Kibe Cru

Kibe (ou quibe) é um prato típico do Oriente Médio que consiste em um bolinho de massa de triguilho ou semolina, recheado com carne (eventualmente substituída por carne de soja), temperada com ervas, que pode ser servido cru, cozido ou frito. O nome deriva de kubbeh que em árabe significa bola. É um prato muito popular e considerado o prato nacional no Líbano, Síria e Iraque. É também comum no norte da África, na Turquia, na península arábica e em parte do Cáucaso, como na Armênia. Imigrantes sírio-libaneses, oriundos do antigo Império Otomano difundiram a receita para outras partes do mundo, em especial para a América do Sul. No Brasil, se pode comer quibe em padarias, lanchonetes, restaurantes e bares.

O Kibe com a carne e a mistura de tabule, sem a massa (crosta), pode ser servido cru, chamado kibbe nayye, típico do Líbano, Síria e Iraque, acompanhado do licor de arak. No Líbano, o quibe cru servido num dia, é cozido para ser servido no dia seguinte.

Um acompanhamento tradicional do quibe é o tahine ou a coalhada (labneh).

Eu adoro tanto o Kibe Cru como o Frito!!

Kibe Cru- Blog Prazer na Gastronomia

Vamos aos ingredientes?

INGREDIENTES

– 100g Trigo para kibe

– 100g Carne moída (patinho passado na máquina de moer por 2 vezes), FRESCA!

– 1 Cebola Pequena bem picadinha

– 2 Grãos de pimenta doce

– 2 Grãos de pimenta da Jamaica

– Tempero sírio á gosto (canela, cravo e pimenta síria)

– 1 Sal á gosto

– 10 Folhas de Hortelã picadas

– 5 Folhas de salsinha picadas

– 5 Folhas de cebolinha picadas

MODO DE PREPARO      

– Lavar o trigo até que a água fique transparente,

– Coloque o trigo em uma tigela e cubra com água por em média 30 minutos,

-Escorra e esprema com as mãos até que fique bem seco e reserve;

– Tempere a carne moída com todos os temperos, misturando bem com o auxilio das mãos, se tiver fibras brancas na carne vá retirando e jogando fora, pois se trata dos nervos da carne;

– Misture com as mãos o trigo e a carne temperada, tendo o cuidado de que a mistura fique bem homogênea,  logo depois molde no formato desejado,

– Sirva em travessa rasa, guarnecendo com raminhos de hortelã, cebola  crua em fatias finas, fatias de limão e regado com azeite de oliva.

– Excelente para acompanhar torradas, pão sírios!

OBS: Se você não for servir na mesma hora, tampe a vasilha ou cubra com filme plástico e leve a geladeira até a hora se servir, pois este prato possui CARNE CRUA, merecendo um maior cuidado durante o preparo!

Tempo total de preparo: 45 minutos

Rendimento: 01 porção generosa (como da foto)

Anúncios

Waffle Belga

Voltando de férias, depois de uns 15 dias só no descanso…sem celular (pq o meu apagou)…e consequentemente sem internet!rsr

Nada como uma receita de Waffle Belga..que é a cara das férias!rs 

Sempre tive muita vontade de comer este tal de Waffle Belga, porém precisa de ter aquela máquina de waffle, que é tipo uma “misteira elétrica” porém de Waffles….para poder fazer em casa..

Hoje em dia já encontramos estas máquinas aqui no Brasil..porém pesquisando na internet, percebi que aqui tem umas bem baratas, que não fazem o que prometem….eles ficam bem fininhos…sendo que o original deve ser mais alto!

Ano passado meu esposo querido viajou para os EUA com um amigo e eu fiquei para trás…a minha condição era deixar ele ir e ficar por uma semana mas ele teria de trazer alguns agrados para compensar!rsr

Confesso que na hora da partida preferi mil vezes que ele ficasse comigo do que os presentes que eu iria ganhar na volta!rsr

Mas não tinha mais como eu voltar atrás e mudar a minha palavra…e ele foi…e ficou 7 dias! Foi uma tortura pra mim!rsr

Quando ele voltou trouxe uma mala cheia de utensílios de cozinha pra mim… e neste meio estava a maravilhosa Máquina de Waffles Belga….ela é grande e pesada! Diferente das que encontramos no Brasil!

Por isso pesquise bem antes de comprar uma aqui no Brasil….elas precisam ser altas…nada de Waffle fininhos…

Na internet existem várias receitas de Waffles Belgas ditas como a original, já fiz umas 3  e não gostei..elas ficaram iguais borrachas….e moles! Mas encontrei uma que adorei! Ela deve ficar crocante por fora e super fofinha e macia por dentro!

O melhor dos Waffles que você pode servir com frutas e mel ou leite condensado, sorvetes, caldas de chocolates e muito mais! É delicioso como sobremesa e até como lanche da tarde!

waflle belga- BLOG PRAZER NA gASTRONOMIA

Ingredientes:

– 2 xícaras de farinha

– 2 colheres de chá de fermento em pó

– pitada de sal

– 2 colheres de sobremesa de açúcar

– 1 colher de chá de extrato de baunilha

– 4 colheres de sobremesa de manteiga sem sal da melhor qualidade derretida

– 2 xícaras de leite integral

– 4 ovos (separe as gemas das claras)

Modo de fazer

Comece juntando a farinha, o sal e o fermento em pó em uma vasilha.

Em uma outra vasilha misture bem as gemas com açúcar até formar uma mistura homogênea. Adicione o extrato de baunilha e a manteiga derretida e misture bem.

Derrame o leite sobre a mistura e misture novamente.

Agora acrescente os ingredientes secos (farinha, sal e fermento) que estavam na outra vasilha. Misture tudo até ficar homogêneo e reserve.

Bata as claras dos ovos em uma batedeira em alta velocidade, para ganhar consistência de neve.

Acrescente as claras batidas à massa.(tenha cuidado para mexer vagarosamente, isto deixará a massa mais “aerada”, mais macia).

Unte a forma de Waffle (você pode usar um spray anti aderente) e derrame cuidadosamente a massa. Cuidado para não colocar muito e derramar.

Fique de olho até que estejam dourados dos dois lados (geralmente as maquinas desligam ou a luz verde acende)

Retire e sirva ainda quente com os acompanhamentos  de sua preferência!

OBS: A minha é da marca Cousinart… vale a pena ter uma em casa! Vejam fotos:

s_MLB_v_V_f_3077257273_082012s_MLB_v_V_f_3077259305_082012

Tempo total de preparo: 30 minutos

Rendimento: 6 waffles quadrados grandes