Utensílios, louças e panelas indispensáveis na cozinha!

E dando continuidade ao post sitado anteriormente, de alguns utensílios indispensáveis na cozinha : https://prazernagastronomia.wordpress.com/2012/06/18/utensilios-indispensaveis-na-cozinha/, vou citar mais alguns!

 

Panelas que mantêm a comida quente por mais tempo

O risoto é um prato que se serve quente, assim que fica pronto.  “Ou a gente acaba comendo papa de risoto, pois ele passa do ponto”, Para evitar que isso aconteça na hora de servir seus convidados,  apresento á vocês, algumas de panelas ótimas para manter a comida quente por mais tempo. São tão lindas que podem ir direto do fogão à mesa.

Ainda não tenho nenhuma delas..mas meu sonho é uma Le Creuset!rsrsr Justo a mais cara!

Serviço:
1. Marca: Vinod
Preço sugerido: R$ 149

2. Marca: Tramontina
Preço sugerido: R$ 204,30

3. Marca: Le Creuset
Preço sugerido: R$ 840

4. Marca: Panela Mineira
Preço sugerido: R$ 96

 

Pilão

 

O pilão é um verdadeiro multiuso: tritura, amassa, bate, macera e integra os mais variados ingredientes. Ele é ótimo para fazer do dente de alho com sal uma pastinha para temperar filé de frango ou para fazer um pesto rápido. Também bate umas ervinhas para temperar o molho de salada. Ou até mesmo usar o pilão para transformar a castanha-de-caju num crocante delicioso para cobrir a costelinha de porco.

 

Saladeiras

Servir bem as saladas impressiona os convidados e deixa a mesa mais agradável. “Para acompanhar uma quiche, além do alho-poró, servir uma salada de verdes é quase que obrigatório”. E para incentivar a servir folhas verdes todos os dias, mostro á vocês uma seleção de saladeiras disponíveis no mercado.

1. Marca: Artmix
Loja: Artmix
Preço sugerido: R$ 95,90

2. Marca: Cengiz
Loja: Cengiz
Preço sugerido: R$ 180,00

3. Marca: Kenya
Loja: Doural
Preço sugerido: R$ 50,50

4. Marca: Ishela
Loja: Ishela
Preço sugerido: R$ 98,00

Jarras

 

Caprichar ao servir em casa é quase uma obrigação e todo mundo adora receber elogios. Com as bebidas não é diferente, maneiras estilosa de servir bebidas como água com gás, suco natural ou chá gelado, com jarras lindas. “Qualquer refeição fica mais elegante com uma jarra bonita na mesa!”.

Serviço:
1. Marca: Pinha
Loja: Doural
Preço sugerido: R$ 54,90

2. Marca: Cerâmica Serra do Capivara
Loja: Kariri
Preço sugerido: R$ 55,00

3. Marca: Ishela
Loja: Ishela
Preço sugerido: R$ 56,00

4. Marca: Guzzini

Loja: Espaço Santa Helena
Preço sugerido: R$ 69,90

 

Moedores:

 

Usar pimenta moída na hora, fresquinha. “Tem outro sabor”! A pimenta-do-reino comprada já moída perde seus óleos essenciais e, com eles, vai embora boa parte do sabor. A dificuldade é achar um bom moedor.

Frigideiras

 

Indispensável na cozinha: essa é a definição para uma boa frigideira antiaderente. Mas na hora compra, alguns cuidados também são imprescindíveis. “A camada antiaderente não pode ser pintada, daquelas que descascam na segunda lavada. A base precisa ser tripla, pois garante o aquecimento por igual, em vez de aquecer só onde a chama está em contato e o cabo deve ser resistente ao fogo“.

Por último, até na cozinha menos é sempre mais: em vez de comprar um jogo de frigideiras, é melhor ter uma única, boa. São mais caras, mas valem a pena.

Ramequins

 

Para fazer a mousse, você pode usar qualquer tigelinha bacana que tenha em casa. Já para o suflê, o ideal é usar um ramequim, que é essa versão canelada. Vamos ver uma seleção de ramequins para impressionar os convidados – ou para deixar o suflê ainda mais apetitoso para você.

Refretários

 

Economia de água e preparo de pratos deliciosos sem uso de fritura são alguns dos pontos positivos dos refratários. Eles são essenciais para deixar a cozinha mais prática, mais saudável e cheia de estilo. É usando os refratários que a comida vai do forno à mesa, sem fritura, e sem precisar lavar uma travessa a mais. “Parece bobagem, mas imagine o quanto de água você vai economizar em um ano! Até para o planeta é mais saudável usar refratários lindos”!

Espero que tenham gostado!

Spaguetti á Carbonara

Carbonara é uma receita tradicional italiana de massa. O seu nome é derivado da palavra italiana carbone, que significa carvão. Acredita-se que tenha sido uma receita apreciada pelos preparadores de carvão vegetal dos montes apeninos, na região italiana da Úmbria. Outras teorias apontam, por outro lado, que o nome se deve apenas à cor escura da pimenta preta recém móida, que usada na sua preparação.

A receita original de Roma é preparada com ovos, queijo parmesão, queijo pecorino romano, toucinho, pimenta preta e banha, azeite ou manteiga. O toucinho mais utilizado é o denominado guanciale, preparado com bochechas de porco. Pode, contudo, ser substituído por outros toucinhos, no nosso caso o famoso bacon. O resultado final da receita original não é uma massa com um molho abundante: os ovos e o queijo aderem à massa, formando uma espécie de capa, com pedaços de toucinho espalhados. 

Ingredientes

– 1pct de macarrão
–  250g Bacon cortados em cubos pequenos,
– 3 Ovos.
–  200g de Queijo Parmesão em pedaço para ralar em casa (nada de usar aquele de pacotinho ok!?)
– 3 dentes de alho

– Pimenta do reino á gosto

Modo de Preparo
– Em uma frigideira grande, coloque um fio de azeite, disponha o bacon e deixe fritar, quando estiver bem dourado, acrescente o alho amassado, deixe dourar e reserve.

– Cozinhe o macarrão seguindo as instruções do fabricante.

– Enquanto o macarrão estiver cozinhando quebre os ovos e coloque em uma tigela ou refratário. Acrescente o queijo e a pimenta do reino e misture tudo.

– Ao fim do cozimento, escorra bem o macarrão  e jogue-o na tigela com os ovos e queijo. É importantíssimo não jogar água fria no macarrão e jogá-lo direto na tigela.

– Misture bem para que o molho se distribua homogeneamente e não empelote.

– Corrija o sal;

– Acrescente o bacon com o alho e está  pronto!

Sirva quente, e salpique mais um pouco de queijo por cima!

OBS: O Macarrão quente irá cozinhar os ovos, por tanto você não estará comendo ovos crus entendeu?

Tempo de preparo: 30 minutos

– Rendimento: 4 porções generosas

Creme de abóbora com gruyère e massa folhada

Este creme de abóbora, com massa folhada é simplesmente perfeito!

Excelente para ser servido como entrada em um jantar ou almoço!

Uma receita simples, chick e deliciosa!

Para surpreender seus convidados!

Hummm na hora de comer..você quebra a casquinha, pega o queijo derretido e mais no fundo está o creme de abóbora!! Haaaa…..é bom D+!!!!!

 

Ingredientes:

– 500 gr de abóbora moranga cozida;

– 2 batatas cozidas;

– água

– 1 colheres (sopa) de manteiga;

– 1 colher de chá de alho picado;

– 1/2 caixinha de creme de leite;

– 1/2 copo de leite integral;

–  400g de Queijo gruyére ou da sua preferencia ralado grosseiramente;

– sal e pimenta do reino á gosto;

– 1 pct com 10 folhas de  massa folhada

Modo de preparo:

– Lave e  descasque a abóbora e as batatas pique em cubos;

-Em uma panela, disponha a abóbora e coloque água até a metade da abóbora e um pouco de sal; tampe a panela e deixe cozinhar por em média 15 minutos ou até amolecer os pedaços de abóbora,  ,

– Faça o mesmo procedimento com as batatas, elas devem ser cozidas separadamente, pois o tempo de cozimento são diferentes;

– Bata a abóbora e as batatas no liquidificador e reserve,

– E uma panela, dispinha um fio de azeite, acrescente o alho picadinho e deixe dourar, em seguida coloque o creme de abóbora , o creme de leite e o leite, a manteiga  acerte o sal e a pimenta, deixe cozinhar por uns 05 minutos e está pronto!

– Na hora de servir, utilize de preferencia ramekins ou louças para porções individuais que possam ir ao forno, lembrando que devem ser pequenos pois são apenas para entrada;

– Disponha o creme de abóbora, por cima coloque bastante queijo e tampe o ramekim com a massa folhada, apertando bem nas bordas para que ao assar não solte da louça, pincele gema batida sobre a massa para dourar;

-Leve ao forno pré-aquecido 10 minutos  á 180º , por em média 25 minutos ou até que a massa folhada esteja dourada.

– Para servir, disponha o ramekim sobre um prato e pronto!

 

VEJA O VÍDEO NO CANAL DO YOUTUBE!!

 

 

Dica: Se você não quiser o creme de abóbora, utilize os cremes comprados prontos, de pacotinho….. de cebola, queijo e etc..e sirva com a massa folhada!

Tempo de preparo total: 1:00 hrs

Rendimento: 6 porções

Circuito Gastronômico da Pampulha 2012

Começou ontem dia 12 de setembro e vai até o dia  28 de  outubro a  terceira edição do Circuito Gastronômico da Pampulha.

Neste ano o evento traz 15 restaurantes participantes, trazendo como novidade a cédula de votação, pela qual os clientes podem avaliar o sabor, a apresentação, o ambiente e o atendimento do estabelecimento. Obviamente o mais votado será eleito o restaurante destaque do Circuito Gastronômico da Pampulha 2012.

Cada produto participante consumido dará direito a uma cédula de pesquisa, que deverá ser preenchida e depositada em uma urna para concorrer, no fim do evento, a duas viagens com acompanhante para a Serra Gaúcha. Uma delas terá ainda um tour gastronômico pelos melhores restaurantes da região.
Os clientes poderão ganhar também 100% de desconto no prato de um acompanhante, ao apresentarem o Guia do Circuito Gastronômico da Pampulha. Serão distribuídos 25 mil guias com os vouchers dos restaurantes participantes. A promoção é válida para almoço e/ou jantar, de acordo com as especificações de cada restaurante.
Para mais informações sobre o evento, adquirir o guia e concorrer a promoções é preciso fazer o cadastro no site: www.circuitogastropampulha.com.br.
Te encontro em algum restaurante!rsrsr

Moussaka com sobrecoxa grelhada

Moussaka é um prato tipicamente Grego, tratá-de de uma lasanha de beringela  com um molho bolonhesa temperado com canela e pimenta síria! Pois os gregos utilizam canela em vários pratos!

Um prato muito saboroso e marcante!

Na foto abaixo, tratá-se de uma porção individual, caso prefira faça em um tabuleiro como a lasanha tradicional!

Sirva com um filé de frango grelhado ou como mostra na foto, sobrecoxa desossada e grelhada! 

Ingredientes:

– 1/2 berinjela cortadas em rodelas de 1cm com casca

– 1 xícara de farinha de trigo;

– 250ml de  Molho de tomate;

– 100g de patinho moído;

– 3 dentes de alho picadinho

– 1/2 cebola picadinha

– 1/2 colher de chá de pimenta síria

– 1/2 colher de chá de canela em pó

– 6 folhas de hortelã bem picadas

– 1/2 xícara de creme de leite

– 1 gema de ovo

– salsinha bem picadinha

– sal e pimenta do reino á gosto

– 1 Sobrecoxa desossada

Modo de preparo

– Em uma panela, doure a cebola o alho e acrescente a carne moída, adicionar o molho e deixar ferver;

– Acrescente a pimenta síria, a canela o hortelã, a salsinha , corrija o sal e reserve;

– Passe as rodelas de berinjela na farinha de trigo e com uma pitada de sal;

– Em uma frigideira, disponha um fio de azeite e deixe esquentar bem, coloque as rodelas de berinjela e deixe que doure dos dois lados e reserve;

– Em uma vasilha, disponha o creme de leite e a gema de ovo e misture bem, coloque uma pitada de sal e pimenta do reino e reserve;

– Enquanto a moussaka está no forno, tempere a sobrecoxa já desossada com sal e pimenta do reino, em uma frigideira, disponha um fio de azeite e coloque a sobrecoxa com a gordura para baixo, deixe por uns 4 minutos e vire, deixe dourar, o segredo e tampar de vez em quando para que a carne também cozinhe e fique molhadinha, quando estiver do seu gosto, retire e reserve para a montagem do prato.

Montagem:

  Para fazer a porção individual como na foto:

– Com o auxílio de um aro de inox ou alumínio  (aqueles que achamos nas lojas de 1,99),

– Disponha o aro em uma tabuleiro ou louça que pode ir ao forno, coloque no fundo uma rodela de berinjela, em seguida um pouco de molho sempre intercalado, deixe uma borda no aro e disponha por cima a mistura de creme de leite e gema,

– Leve ao forno pré aquecido, por 15 minutos á temperatura de 180º até que fique dourados,

– Retire do forno, com muito cuidado, transfira para o prato á ser servido, retire o aro  e sirva com filé de frango grelhado ou com uma salada.

Para fazer em quantidades maiores;

– Monte da mesma forma, porem em tabuleiro maior!

Sirva quente!

Tempo de preparo: 30 minutos

Rendimento: 4 porções

Spaguetti al Pesto

O Pesto é um clássico molho de manjericão originário de Gênova na Itália.

O nome tem sua origem no verbo “Pestare” que significa esmagar, amassar, triturar.

Muito apreciado no Brasil, é excelente para acompanhar massas, torradas e até saladas!

O Pesto original é feito em pilão, mas nos dias de hoje é comum fazermos no liquidificador.

Sempre tive curiosidade de experimentar essa receita e á algum tempo pude provar e é uma delícia!E vejam que antes eu não podia passar nem perto de manjericão eu achava o cheio e o gosto terrível… logo depois que comecei a cursar Gastronomia aprendi que tudo que fazemos temos que experimentar, assim hoje  já gosto de várias coisas que antes não podia nem chegar perto!

Já tenho até uma hortinha com manjericão no meu apartamento!

Está receita é a original italiana, no Brasil fizemos algumas  modificações com ingredientes que facilmente encontramos por qui;

Você pode utilizar somente o queijo parmesão, porém não pode ser daqueles de pacotinho tá!? Tem de ser aqueles que compramos o pedaço e ralamos em casa!

Ao invés de usar o pinoli que é um tipo de castanha muito cara, utilize a Castanha do Pará.

Ingredientes:

PESTO

– 1 dente de alho
– 2 maços grandes de manjericão
– 2 colheres (sopa) de queijo Pecorino ralado fino (parmesão de cabra)
– 2 colheres (sopa) de queijo Parmigiano Reggiano ralado fino (Parmesão original)
– 1 colher (sopa) de pinoli (tipo de castanha)
– 6 colheres (sopa) de azeite extra-virgem de oliva
–  sal grosso

MASSA

–  1 pacote da  massa de sua preferência;

Preparo:

PESTO

– Lave e seque as folhas de manjericão;

– No liquidificador e junte todos os ingredientes e utilize o pulsar por umas 3 vezes, não bata direto fique de olho pois os o pesto não deve ser um liquido lisinho  e homogêneo e sim com  pequenos pedacinhos de cada ingrediente.

MASSA

– Faça a massa de acordo com as instruções do fabricante contidas na embalagem.

MONTAGEM DO PRATO:

Na hora de servir, misture a massa no Pesto e sirva frio em prato fundo com mais um pouco de queijo por cima!

Dicas: 

– O Pesto deve ser servido frio, pois ele não pode ir ao fogo,

– Se quiser, faça o Pesto e congele em forminhas de gelo, para servir retire do congelador e deixe descongelar em temperatura ambiente!

Tempo de preparo: 30 minutos

Rendimento: 5 porções